Como escolher Protetor Solar

O protetor solar é algo fundamental no cuidado com a pele no dia a dia. Isso porque auxilia a manter a pele protegida contra os raios ultravioleta (UV) oriundos do sol. Mesmo que esses raios alcancem a pele com mais facilidade quando você está exposto (a) ao sol, o fato é que a pele vive em frequente exposição, ainda que de maneira indireta.

Até mesmo em dias com tempo nublado, quando o sol não está aparecendo com força, 50% dos raios UV ultrapassam a atmosfera e atingem a pele, causando as mesmas lesões que um dia de céu totalmente limpo.

Sendo assim, os especialistas recomendam a utilização de um protetor solar diariamente, sobretudo, nas áreas do corpo que não estão com cobertura de alguma peça de roupa. Portanto, o uso do filtro necessita se transformar em um hábito diário visando a preservação do estar bem em qualquer época do ano.

O que é o protetor solar?

Como escolher Protetor Solar

Em resumo, o protetor solar é um produto feito com duas categorias de componentes visando a proteção cutânea em decorrência dos raios ultravioleta do sol. Portanto, a primeira parte destes tem componentes que refletem os raios, impedindo que sejam capazes de alcançar a pele e, contam com óxido de zinco, por exemplo.

Enquanto esse outro tipo se refere aos elementos que absorvem os raios, evitando que sejam assimilados pela pele humana. Neste ponto, os compostos possuem o octocrileno e a oxibenzona.

Determinados filtros solares ainda podem ser produzidos com somente um dos tipos, contudo boa parte conta com uma mescla. O intuito é fornecer uma proteção adicional a quem aplica esses produtos.

Apesar disto, a utilização de um protetor com somente um destes tipos é considerada segura contra os problemas gerados pelas lesões dos raios ultravioletas.

Vale a pena usar Protetor Solar o ano todo?

Usar Protetor sempre

A aplicação do protetor solar é imprescindível diariamente, ainda que não senha a intenção de sair de casa. Quando se passará muito tempo ao ar livre, a recomendação é fazer novas aplicações do produto a cada duas horas ou em todo o momento que entrar em uma piscina ou praia.

Em relação ao cotidiano, já que tende a ser bastante difícil aplicar tantas vezes diariamente, é possível complementar a sua proteção com outras ações. Por exemplo, é indicado utilizar um boné ou chapéu com abas longas e não se expor exageradamente a luz solar entre às 10 horas e às 16h.

Como comprar protetor mais barato?

O protetor solar deve ser encarado como um produto de necessidade, já que é tão importante para a saúde. Ainda assim, há como encontrar esse produto com valores mais acessíveis.

1 – Comprar em outras estações

Como citado anteriormente, o protetor solar deve ser usado diariamente. No entanto, muita gente considera um produto específico para o verão. Portanto, o seu valor tende a subir neste período do ano. Sendo assim, busque comprar o protetor em outras épocas do ano, como o inverno.

2 – Promoções Online e Black Friday

Atualmente, os brasileiros já estão devidamente acostumados a fazer compras online. Na internet, se torna muito mais simples encontrar cupons de desconto ou produtos em promoção. Aproveite uma dessas possibilidades para adquirir o seu protetor solar.

3 – Comprar mais de uma unidade

Muitas vezes, os estabelecimentos também promovem ações promocionais com a venda de mais de uma unidade de um produto. Por isso, você pode conseguir valores reduzidos ao adquirir mais de um. Somente preste atenção na data de validade, porque jamais se deve passar um protetor solar fora do seu prazo. Não coloque sua saúde em risco!

Cuidados para não queimar a pele no sol

Protetor Solar para não queimar a pele no sol

Como abordado anteriormente, os especialistas da área de saúde indicam que o protetor solar deve ser usado diariamente, sobretudo, em locais do corpo que não são contemplados com as roupas. O rosto, por exemplo, é uma região do corpo que está raramente coberta e merece atenção especial nos cuidados com a pele para que você se mantenha saudável sempre.

Na estação mais quente do ano, é bastante prudente não se expor diretamente ao sol em um ambiente como a praia. Usar sombreiros, chapéus, óculos escuros e bonés ajuda consideravelmente para reduzir os riscos de sofrer com queimaduras, ressecamento da pele, envelhecimento precoce e até risco de câncer de pele.

Além disso, é preciso ter sempre à disposição um protetor que corresponda a sua tonalidade de pele visando a melhor proteção possível. E, se possível, aplique novamente o filtro ao sair da água.

Cuidados com o protetor solar

O primeiro elemento que deve ser observado em um protetor solar é o seu fator de proteção, também chamado de FPS. Esse número representa a potência do produto, que precisa ser mais elevado para o rosto do que para o restante do corpo. Afinal, a pele do rosto é muito mais sensível.

Conforme inúmeras organizações de câncer de pele, o FPS do filtro do rosto não pode estar abaixo de 30, sendo que esse número é apontado para indivíduos para pessoas com a pele mais escura. Enquanto aqueles que tem a pele ainda mais clara, o recomendado é aderir a protetores com um fator de proteção de 40, 50 ou até acima.